Hálito frio

Olá, amiguinhos!!!! Tudo bem?  Sou eu, a Christie!

Papai do Céu resolveu soltar um bafo gelado sobre o mundo, né? Ele tá congelando meus ossinhos e é um frio que vem de dentro pra fora. É como se Deus soprasse de dentro de mim.  Vi na internet que os ursos polares estão morrendo de frio, os pinguins tiveram que engrossar o pano de seus ternos, as focas precisaram de aquecedores e eu que sou gatinha? Meu casaquinho de pelo não tá dando conta e mamãe não deixou eu ir ao shopping comprar outro. Então, me enfio debaixo do edredom e passo o dia inteirinho num lugar quentinho como se fosse uma barriga de mãe. Eu queria hibernar que nem os ursos, mas já que não hiberno, vou me recolher até que venha o sol. E aí vou nascer de novo pra brincar na varanda, visitar o Christelo, correr atrás de mosquitos. Não é tempo de caçar, é tempo de ser caçada por este frio e caça esperta não dá bobeira fora da toca.

Lambeijos

Ass.: A gata Christie

466

467

Anúncios

Amigo novo

Olá, amiguinhos! Tudo bom??

Fazer novas amizades é ter novas histórias. Amo ter novos amigos, o Borginho não. Eu tenho um novo amigo que se chama Mario Grey, ele é meu tio. Com ele aprendo coisas novas: como sair correndo pelas escadas, como subir na cadeira da vovó. Pra ele, eu ensino novas coisas: como escalar as paredes, como correr atrás da bolinha de papel. Ter novos amigos, traz também novos problemas. Mario Grey se irritou comigo e me deu uma patada no nariz. Fez dodói. Borginho me disse que por isso que as amizades não valem a pena, pois elas machucam mais do que trazem alguma coisa boa. Borginho se olha no espelho e não vê nenhum machucado. Eu vejo um arranhão no nariz, mas pra mim não é como machucado que vejo, vejo como uma história pra contar. Amigos deixam marcas mesmo, deixam tantas histórias boas, por isso que é legal.

Ass.: A gata Christie

145

Grey estava sozinho no mundo

144

Fui chegando devagarinho

146

Pra lhe fazer companhia

147

Com minha nova cicatriz no nariz, rimou. hihihi

Mordisquenta

Olá, amiguinhoooooooooOOoooOOOoOOOOoooossssss…. tudo bem? hihi. Comigo tudo bem também, tudo legal, tudo lindinho!

Mamãe e papai tão aqui rindo de mim. Eu sei que sou muito engraçada! Eles estão rindo porque ando com um nervosinho nos dentes. Sabe quando dá aquela vontade de morder tudo? Você deve saber… Eu gosto de morder pé da cadeira, fio de celular, alça de sutiã, prendedor de cabelo, celular, fio de telefone!!! Fios no geral são muito gostosos, né? Uma família que tem muitos fios em casa só pode ser para os gatinhos roerem, porque vivemos a era do sim fio, né??? Mamãe diz que não me entende, mas ela é igualzinha a mim, outro dia vi mamãe comendo um prato cheeeeeeio de fios que ela chama de macarrão! Eu também faço meu macarão de fios pretos igualzinho a mim e por serem pretinhos são assim tão gostosos.

Lambeijinhos.

Ass.: A gata Christie.

137

Huuuuuuuuuummmm…. que delícia!

138

Macarrãozinho boooom!

140

Consigo parar de morder isso aqui não

136

Ué, pode não, mamãe?

Peixinhos

Olá, amiguinhos! Tudo bem? Têm brincado muito? Eu tenho brincado, dormido, comido e feito cocô todo dia 🙂

O banheiro aqui da suíte do castelo do tio Grey em que estou hospedada é muito legal. O chão é branquinho, quando eu deito nele ficou em destaque! Nele tem uma pia redonda que virou caminha do Borges. Mas, o mais legal é a cortina que ele tem! É uma cortina cheia de peixinhos. Eu fico ali olhando os peixinhos esperando eles fazerem glub-glub. Eles fazem não, mas dá uma fome. Chamo Borginho pra ver, mas ele nem liga, diz que é só pintado. Mas falo pra ele: Borginho, Pintado é um peixe muito gostoso também. Borginho vira as costas e vai embora. Eu fico ali tentando escalar pela cortina pra pegar os peixinhos. Mamãe coloca uma cortina dessas e depois ralha se a gente sobe. Quem entende as mães?

Ass.: A gata Christie, euzinha!

108

Eu com os saborosos peixinhos

107

Borginho foi lá me avisar que era pintado como se eu não gostasse de peixe de rio!

Uma verdadeira atriz

Olá, amiguinhos… olha quem tá aqui de novo, euzinha, Christie, hihi.

Como vocês sabem eu gosto muuuuito de fotografar e também interpretar, então passo horas e horas fazendo poses para a câmera do papai pra poder publicar na internet e divulgar pra todo o mundo como as gatinhas pretas como eu são lindas e simpáticas. Hoje fiz um ensaio fotográfico muito interpretativo, então cada foto tem uma legenda que fiz com  ajuda do papai, explicando o teor artístico! Espero que vocês gostem.

Lambeijinhos.
Ass.: A gata Christie

Foto para o Alto e Avante ou quase Puma

Foto, ei caramba, a marca d’água entrou no lugar errado no meio do ensaio

91

Foto O Gato a Jato do Pica-pau

90

Foto caindo da ponte do Motal Kombat

87

Foto Cansei de Tirar Foto e Agora Vou Dormir

Entre o dentro e o fora

Olá, amiguinho. Tudo bonzinho com vocês? =^.^=

Hoje desci até o térreo do castelo do tio Grey, fui desafiar perigos, buscar emoção, curtir aventuras. A casa da vovó, que é o Castelo do tio Grey, é um lugar de novidades. Sobre o sofá tem sempre novelos de lã, no chão sempre estão várias caixinhas de papelão, tem palitinhos pra gente brincar, tem botõezinhos pra gente caçar e uma vista linda como se fosse um quadro pregado na parede. Eu gosto de ficar ali na janela, nem dentro nem fora, ali no meio, como se tudo só dependesse de minzinha. Se eu quiser pulo dentro, se eu quiser pulo fora. Ficar ali, em cima do muro como dizem, é uma alegria incrivel, alegria de não precisar decidir nada, alegria que só uma criança como eu tem, porque sempre vem a mão da mamãe, puxa a gente e já tá feita a escolha: “é aqui dentro que você vai ficar, menina!” Ai, vida boa… pra que vou me preocupar em escolher outra coisa?

Ass.: A gata Christie

Euzinha na janelinha, corpo pra dentro, mas olhos pra fora

Euzinha esbanjando elegância nas passarelas da janela. Reparem que minha avó tem um quadro do Borges, tá na parede da direita.

A súplica pelo Oinc-oinc

Olá, amiguinhos, tudo bem? É a primeira vez que falo com vocês este ano, então, antes de tudo, Feliz Ano Novo.

Aqui em casa as coisas estão meio complicadas, o ano começou difícil. Papai cismou em matar o Oinc-oinc! Exatamente isto. Para quem não sabe, Oinc-oinc é o nosso porquinho de estimação que come moedas pela carcunda. Papai disse que nessa época do ano é comum as pessoas abrirem os porquinhos para tirar o que ele lhes comeu! Mas eu não quero que matem o Oinc-oinc, ele é como se fosse um irmão pra mim, às vezes acho que gosto mais dele do que do Borginho até. hihihi
Borginho também ficou preocupado com a possibildade de materem nosso gordinho! Segundo Borginho me contou, os humanos são iguais às bruxas de histórias de contos de fada, eles engordam pra depois comer… como o Oinc-Oinc é um porquinho, além de pegar as moedas papai podeira acabar comendo-lhe o pernil!! Ei, peraí! Será que papai está me engordando pra fazer churrasquinho de gato depois?? Preciso de dieta já! Sorte que uso preto e é mais difícil dele me achar gordinha.
No final das contas, Borginho e eu fizemos um protesto e impedimos a morte do Oinc-oinc. O porquinho continua com a gente e com suas moedinhas no estômago. Porém, meu irmão está convencendo-o a parar de comer moedas e passar a comer ração, pois diminuirá a chance do papai querer tentar abrir novamente a sua barriga.

Ass.: A gata Christie, euzinha!

Amiguinhos, este é nosso irmãozinho Oinc-oinc!

Amiguinhos, este é nosso irmãozinho Oinc-oinc!

Borginho ensinando Oinc-oinc a comer ração

Borginho ensinando Oinc-oinc a comer ração

Eu fazendo a minha tradicional carinha de pidona pro papai: "por favor, papai não mate o Oinc-oinc, diz que deixa ele vivo, diz!"

Eu fazendo a minha tradicional carinha de pidona pro papai: “por favor, papai não mate o Oinc-oinc, diz que deixa ele vivo, diz!”