Pra alegrar mamãe

Fãs,

Mamãe anda cansada de tanto trabalhar. Ela diz pra gente que trabalha num lugar looonge, que leva 3 horas pra chegar e 3 horas pra voltar. Mamãe deve trabalhar no infinito e quando ela chega já deve estar na hora de voltar de novo. Mamãe, por isso, fica muuuito cansada. Eu já falei pra ela: mamãe, pare de trabalhar, vamos viver lendo os livros da biblioteca, mas ela diz que tem que trabalhar senão falta ração e a gente morre com fome. Morrer de fome deve ser muito ruim, deve ser pior que morrer de sono. Então, eu acho muito bom mamãe trabalhar pra salvar nossas vidas da morte por fome, isso me parece muito bonito. Então, esta tarde, fiz uma cartinha pra mamãe, fiz usando o rabo, pois é mais fácil escrever e desenhar com o rabo do que com as patas, pois um polegar faz mais falta do que vocês imaginam. Olha que bonitinho, vê se vocês gostariam se fossem minhas mamães.

Lambeijos e ótimo fim de semana pra todos nós.

Ass.: Borges, o gato – @bogesogato

Eu, habilmente, desenhando e escrevendo com meu rabo

Dando uma conferida e uma finalizada na cartinha

Olha a cartinha que escrevi e desenhei pra mamãe. Os desenhos são, na ordem: 1- eu; 2-Christie; 3-Papai

Anúncios

Decisões importantes

Fãs,

Papai disse: filho, animado pra ir para o Youpix?, ainda naquela de tentar me convencer. Eu disse: já sabes que não vou, meu pai. (quando eu quero dar um tom solene às nossas conversas eu uso a conjugação em segunda pessoa). Mas por que você não vai? E eu tive que lhe explicar que não suportaria 6 horas de ônibus até São Paulo, que não gosto de badalações, que não quero festa e tudo isso que eu já havia dito pra ele. Fico feliz pelo que tudo isso representa, por estar ali levando a lembrança de milhares de gatinhos que foram abandonados, mas não preciso estar lá para que tudo isso seja bom. Papai vai no meu lugar e agora ele está aqui desesperado, pois só tem 3 minutos para falar em meu nome e estamos bolando uma apresentação que temos que enviar até domingo. Quem de vocês pode me ajudar? Escreva suas ideias para a apresentação nos comentários. Depois eu pago o Whiskas sachê!

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

O crachá que não usarei, mas guardarei de lembrança

Posando diante do Youpix

Efeitinho estilo instagram pra youpixizar

Pronunciamento Oficial do Borges sobre o Blog Talent Show do Youpix

Fãs,

Há pouco menos de um ano eu nasci. Mas o tanto de história que tenho para contar, parece que vivi cem anos. Fui abandonado, não sei quem são meus pais biológicos, passei os primeiros dias da minha vida dentro de uma gaiola esperando que alguém pudesse me encontrar. Um casal jovem bateu os olhos em mim em um desses encontros que estão programados desde a criação do mundo: hoje eles são meus pais, Emanoelle (@emanoelleoname) e Vinícius (@cacofonias). Fui criado em um apartamento e vivi minha infância na biblioteca, deram-me o nome de Borges em homenagem ao escritor argentino Jorge Luís Borges, apaixonado pelas bibliotecas. Fui alfabetizado, apaixonei-me pela leitura, tornei-me escritor e ganhei uma irmã, a gata Christie, que veio me trazer alegria e distrair-me o tempo em que não estou lendo. Posso dizer que me encontrei diversas vezes com esse sentimento belo e tolo que os humanos chamam de felicidade e mais feliz fiquei, pois nesses encontros não estivesse só, estavam os olhos dos meus pais que pareciam mais felizes que eu, sem eu saber bem o motivo, como se eu de alguma forma misteriosa também os tivesse resgatado de algo na vida e os libertado também de alguma gaiola. Encontrei, mais adiante, vocês, meus fãs, meus leitores, que foram a ração da minha literatura felina. Como não me apaixonar com as visitas diárias e carinhosas da minha primeira fã, Paola? Como não me alegrar com as mensagens contagiantes da Drika? Como não morrer de rir com os comentários insólitos e engraçados da Aline Fernanda? Como não aprender com meu tio Poteusso? E como não me sentir abraçado diante de tantos outros: Karina, Marília, Vera Lúcia, Nívea e sua filhinha linda?  Ontem, em mais uma desses encontros das esquinas do mundo (e toda esquina que se preze tem um gato), fui classificado para o Blog Talent Show do Youpix, o maior evento da internet do Brasil e vou disputar uma grande final em São Paulo. Estarei lá representado pelo meu pai e mordomo, pois eu prefiro as bibliotecas e o marasmo das letras cansadas dos livros às badalações e festas, mas escreverei um discurso para que seja levado até às 10 mil pessoas que poderão estar presentes e falarei de nós: nós que somos gatos e não simples gatos, nós que somos vira-latas na vida, nós que apanhamos no dia a dia, que para nós se levantam todos os pés, que para nós resta o abandono, que para nós sobra o lixo. Lá, quero que as palavras esculpam nos escombros que nos jogaram a riqueza de nossas sete vidas; quero que do abandono se faça a companhia; que, lá, eu não esqueça jamais do gatinho branco e sozinho na rua imensa; que, lá, eu seja o Campo de Santana de onde saí, que eu seja a Amigo Não se Compra, a Adote um Gatinho, a Sozed; que, lá, eu seja todos os humanos que se uniram aos felinos ao fazer do lixo e do abandono a matéria da sua poesia e que lá eu seja também o Borges, o escritor argentino e o gato brasileiro escritor, que eu seja minha irmã e meus pais. E mais importante, ainda, o que já sou, um gato vira-lata que venceu todos os complexos de vira-lata para driblar o anonimato e a miséria a que o mundo achou que me condenaria. Viva os livros, a literatura e o amor que me fizeram Borges, o gato.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

Borges no Blog Talent Show do Youpix

Fãs,

Quase um ano de vida, quase um ano de trabalho. Um marco para mim, um marco para a literatura de punho felino: sou um dos !inalistas do Blog Talent Show do Youpix, o maior festival de cultura de internet do BRASIL! Isso mesmo! Estarei lá representado pelo meu pai e mordomo o @cacofonias.  Estou muito feliz, não por mim que continuarei um gato caseiro, excêntrico e fofo, mas porque a literatura feita por animais começa a ser observada em âmbito nacional. Respeito muito Machado de Assis, mas o futuro do Brasil é dos felinos.

Veja minha classificação heróica, entre em: http://youpix.com.br/festival/conheca-os-finalistas-do-4o-blog-talent-show/

Se você quer conhecer o festival, entre em: http://youpix.com.br/destaquedodia/saiba-tudo-sobre-o-youpix-festival-sao-paulo-2012-o/

Se você quer conhecer o Youpix, entre em: http://youpix.com.br/

OBRIGADO, FÃS, NADA DISSO SERIA POSSÍVEL SEM VOCÊS. SAIBAM QUE LÁ REPRESENTAREI A LITERATURA FELINA E A LUTA PELO RESPEITO AOS ANIMAIS, PRINCIPALMENTE AOS GATOS! TORÇAM POR MIM, VOCÊS NÃO TÊM NOÇÃO DO TAMANHO DESSA NOSSA VITÓRIA. Dia 5, às 21h em São Paulo.

Olheiras felinas

Fãs,

Mamãe anda me dizendo que estou com olheiras, papai disse também. Mamãe até jogou no doutor Google, mas ele disse nada de importante não. Eu acho que aqui em casa tá todo mundo ficando um tanto quanto hipocondríaco, a Christie tá tomando remédio e já querem inventar uma doença pra mim também. O que eu tenho é sono, tenho dormido só 23 horas e meia por dia, precisava dormir mais 2 horinhas, mas o que posso fazer se o dia só tem 24 horas? Dá olheira mesmo.

Ass.: Borges, o gato. @borgesogato

Conversa de irmãos

Fãs,

Hoje ensinei para a minha irmã o melhor lugar para se estar quando se quer dar bote na comida que mamãe ou papai deixam na pia é em cima do murinho. É só esperar eles virarem as cotas e a gente pega a latinha de atum, pega o bife, pega a coxa de frango.  Christie ficou muito impressionada, pois pra ela tudo não passava de diversão, mas estou ensinando-a a arte da caça.

Borges, o gato – @borgesogato

Eu explicava para a Christie a importância de estar no alto para olhar tudo que se passa lá embaixo

Christie me fazia umas perguntas tolas, se poderia brincar com o osso da coxa da galinha depois que comesse a carne.

Em busca das origens

Fãs,

Há um vício muito ruim dos seres humanos que é o vício nas origens. Tudo as pessoas querem saber “de onde veio?” e perguntam tudo: “de onde veio o mundo?”, “de onde eu vim?”, “qual a origem da nossa família?” Gatos não têm isso: lá quero saber de onde vim, quero é saber para onde estou indo hoje. Mas a Christie, parece que foi contaminada por esse vício humano. Mamãe estava dando remédio pra ela nesse domingo e ela perguntou: quem é minha mãe gata? Mamãe disse que não sabia. Christie ficou o dia inteiro com essa questão na cabeça, querendo saber suas origens. De tarde, estava eu vendo uns filmes antigos no youtube, especificamente Caravana da Coragem, quando Christie olhou pro monitor e gritou: Papaaaaaaaaai! Ela cismou agora que é filha dum sujeito desse filme e passou o dia agindo de forma estranha. Odeio crises de adolescência.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

O suposto pai da Christie atuou em Caravana da Coragem

Christie querendo se parecer com seu suposto pai

Christie em busca de suas origens